Igreja Matriz de Guarujá realiza festividades em louvor a Santo Amaro

Por Editoria em 12/1/2007

A Prefeitura de Guarujá e a Paróquia Nossa Senhora de Fátima promovem uma ampla programação em homenagem ao Dia de Santo Amaro - 15 de janeiro - um dos padroeiros da Cidade.

As festividades em louvor ao Santo, organizadas pela Igreja, acontecerão entre os dias 12 e 21 de janeiro, com missas, shows musicais e quermesses, na Igreja Matriz, que fica na Avenida Puglisi, s/nº, no Centro. O destaque fica por conta de uma missa campal, celebrada no domingo (14), após procissão, que sairá da Igreja Matriz, às 18h30, passando pela Rua Washington, avenidas Arthur Costa Filho, Leomil e Puglisi, com encerramento na Matriz. Os shows terão a participação de músicos locais: Mistura Quente (forró), Ivo e Ivan (sertanejo), Zelito e banda (diversos estilos), Paulo Alexandre (MPB) e Duo Sob Medida (MPB).

As comemorações também acontecerão em Vicente de Carvalho, no dia 15, às 18 horas, com procissão e missa na Capela de Santo Amaro, que fica no Conjunto Habitacional Santo Amaro, próximo à empresa Dow Química. Dois padroeiros - Segundo a historiadora, Mônica Damasceno, desde a época da colonização, até o ano de 1934, Santo Amaro era o único padroeiro de Guarujá. Porém, depois de um incêndio, que destruiu a antiga Igreja Matriz, a comunidade esperava pela construção de um novo templo, já que a imagem do padroeiro continuava sendo venerada em um dos chalés da Praia de Pitangueiras.

Foi quando surgiu a figura do comerciante Ricardo Fidela, que propôs a construção de uma nova igreja, em um terreno que ele cederia. O comerciante impôs a seguinte condição: que a padroeira da Cidade passasse a ser Nossa Senhora de Fátima, santa de sua devoção.Mônica lembra que a proposta provocou polêmica.

Havia os que defendiam a necessidade da construção de uma nova Matriz e os que queriam a troca de padroeiro. Depois de muitas discussões, que duraram quase dois anos, o Município passou a ter dois padroeiros.Histórico - Santo Amaro nasceu na Itália, no ano de 513 d.

C e, ainda menino, tornou-se discípulo de São Bento, iniciador das ordens religiosas no Ocidente. Em vida, realizou vários milagres.Um dia, um noviço chamado Plácido caiu, acidentalmente, em um lago, onde tinha ido buscar água.

São Bento avisou Santo Amaro que, rapidamente, chegou à beira do lago, resgatando o jovem. Só então percebeu que havia andado sobre a água.Em outra ocasião, Santo Amaro encontrou um casal com uma criança de poucos anos com dificuldades para andar e muda.

Compadecido, ele abençoou o menino e, para a surpresa de todos, a criança ficou curada. Aos 72 anos, faleceu em 15 de janeiro de 585 d.C.

Foi sepultado no lado direito do altar de São Martinho. Santo Amaro ou São Mauro é o padroeiro dos carregadores, carroceiros e fabricantes de velas. Programação12/0119 horas - MissaEm seguida, show musical com quermesse, barracas com doces e salgados.

13/0119 horas - MissaEm seguida, show musical com quermesse, barracas com doces e salgados.14/0118h30Procissão saindo da Igreja Matriz, passando pela Rua Washington, avenidas Arthur Costa Filho, Leomil e Puglisi, com encerramento na Igreja Matriz com missa campal. 15/0119 horas - MissaEm seguida, show musical com quermesse, barracas com doces e salgados.

19/0119 horas - MissaEm seguida, show musical com quermesse, barracas com doces e salgados.20/0119 horas - MissaEm seguida, show musical com quermesse, barracas com doces e salgados.21/0119 horas - MissaEm seguida, show musical com quermesse, barracas com doces e salgados.

.

Publicidade:

Notícias Relacionadas: